Qual é o conceito de “Edifícios com Necessidades Quase Nulas de Energia”? Existe alguma definição a nível Europeu?

Como conceito, “Edifícios com Necessidades Quase Nulas de Energia” são os edifícios que têm um elevado desempenho energético. A baixa quantidade de energia que estes edifícios necessitam, provêm, principalmente, de fontes de energias renováveis.

A Directiva de Desempenho Energético dos Edifícios exige que, até ao final do ano de 2020, todos os novos edifícios sejam com necessidades quase nulas de energia. Todos os novos edifícios públicos devem ter necessidades quase nulas de energia até 2018.

Para a Europa, encontramos uma grande variedade de conceitos e exemplos para Edifícios com Necessidades Quase Nulas de Energia. Existem exemplos não-governamentais que dão ênfase a diferentes aspectos (como “zeroHaus”, “Plusenergiehaus©”, “Minergie©-A” ou “Passivhaus”), bem como programas iniciados pelo Governo que, geralmente, focam a eficiência energética dos edifícios (Por exemplo, a Norma Alemã KfW para a construção ou a Minergie© da Suíça).

Em geral, estas abordagens visam um equilíbrio energético anual equalizado. Os procedimentos de cálculo são diferentes nas categorias básicas de avaliação e não necessariamente em linha com as Normas EN que sustentam a Directiva de Desempenho Energético dos Edifícios: A análise das definições, revelou métricas diferentes (energia do local, fonte de energia, emissões de CO2), diferentes tipos e fronteiras, bem como diferentes formas de normalização.

Então, o conceito de “Edifícios com Necessidades Quase Nulas de Energia” pode ser visto a partir de duas perspectivas diferentes:
a) Em termos de eficiência: Cada país define um valor recomendado para ser considerado como “Edifício com Necessidades Quase Nulas de Energia” (nZEB). Por exemplo, no caso da Suécia, para uma tipologia definida de edifícios, este consumo não deve ser superior a 40 kWh/m2 por ano;
b) Em termos de equilíbrio energético, define a quantidade de energia produzida pelo edifício em comparação com o seu consumo.
A ferramenta de benchmarking tem foco nestes dois aspectos.

Para mais informações, verifique em:
https://ec.europa.eu/energy/en/topics/energy-efficiency/buildings/nearly-zero-energy-buildings

Qual é a diferença entre nZEB e NZEB?

nZEB significa “Edifícios com Necessidades Quase Nulas de Energia”, tentando aproximar-se do nível de “Edifícios com Necessidades Nulas de Energia”, que em termos de balanço energético significa produzir uma parte significante de energia através de energias renováveis, compensando o consumo energético real.
A ferramenta de benchmarking define o nZEB em termos de balanço energético como a produção de 50% do consumo energético total do edifício.

NZEB significa “Edifícios com Necessidades Nulas de Energia”, em que o balanço energético produzido pelo edifício é igual ao consumo energético total do edifício.

Em ambos os casos, antes da produção de energia através de fontes renováveis, deverá ser atingido um indicador energético eficiente do edifício.

No gráfico de distribuição da utilização de energia, como é possível verificar a quantidade de utilização proveniente do aquecimento e arrefecimento?

No gráfico que é apresentado na ferramenta, este diferencia apenas as fontes de energia (gás, combustível, electricidade,…). Tradicionalmente, a produção de calor é proveniente da queima de gás ou combustível, mas, ultimamente, algumas fontes de calor provêm da utilização de electricidade através de bombas de calor.

Para ter uma melhor ideia desta distribuição, cada instalação deverá realizar uma análise pormenorizada a todos os equipamentos que produzem calor e frio.

O Indicador de Energias Renováveis (IER) pressupõe que todo o consumo de energia não é renovável? Existe algum indicador que mede a quantidade de energia consumida que proveniente ou não de fontes renováveis?

O IER, como definido na ferramenta, mede a percentagem total de produção de energias renováveis versus o consumo total de energia do edifício, mesmo que a utilização de energia do complexo desportivo seja proveniente de uma Empresa Comercializadora de Energia que produz a sua energia através de fontes renováveis ou não.
Assim, o IER mede o nível de dependência das Empresas Comercializadoras de Energia, mas sendo sustentável.
A ferramenta não fornece nenhum indicador que mede a origem da energia fornecida pela Empresa Comercializadora de Energia. Na maior parte dos países europeus, ainda não é comum as empresas facultarem informação relativa à percentagem de renováveis que existe no seu fornecimento de energia.

No caso em que um complexo desportivo tem um sistema de cogeração, como deve ser considerada a energia produzida que não provem de fontes renováveis?

Esta energia não deve ser considerada no IER, mas define o nível de dependência da utilização de energia de uma Empresa Comercializadora de Energia.

A ferramenta tem um último indicador, de nZEB, que calcula o nível de dependência da Empresa Comercializadora de Energia, comparando o total de energia produzida (através de renováveis ou não) com o consumo total de energia.

Quais são as medidas de implementação de eficiência energética mais aconselhadas para atingir, ou estar perto, do NZEB?

Questo tipo di energia non dovrebbe essere inserita nel RER, ma definisce per l’utente un livello di dipendenza sull’utilizzo di energia da un fornitore.

Il benchmarking tool ha un ultimo coefficiente, quello del nZEB, che calcola il livello di dipendenza dalla società che fornisce servizi, così può comparare l’energia totale prodotta (da fonti rinnovabili e non) con il consumo totale di energia.

Quali potrebbero essere le misure più consigliate da attivare per l’efficienza energetica in modo da raggiungere un livello il più vicino possibile al NZEB?

As primeiras medidas que deverão ser implementadas são as que melhoram a eficiência de todos os equipamentos do complexo desportivo: bombas de calor, caldeiras, chillhers e lâmpadas. O isolamento das tubagens e nas paredes do edifício são outros pontos básicos que evitam as perdas de energia.

Paralelamente, para atingir o NZEB, deverá ser instalada a maior quantidade possível de sistemas de produção de energias renováveis.

A ferramenta apresenta sugestões para todas as medidas de eficiência energética e energias renováveis com aplicação de exemplos reais.

Quais são os passos a seguir para atingir o nZEB?

O primeiro passo consiste na realização de um diagnóstico energético ao edifício, para identificar quais são os sistemas e equipamentos menos eficientes. Uma vez identificados, recomenda-se a consulta de uma Empresa de Serviços de Energia para a realização de uma análise pormenorizada (auditoria energética) sobre que medidas deverão ser implementadas para obter as melhores economias com uma boa relação custo-benefício.
A Empresa de Serviços de Energia pode ajudar no processo de aquisição e adjudicação, bem como na procura de financiamento.
Após a implementação das medidas, é importante fazer um acompanhamento das economias geradas, para que sejam cumpridas as garantidas dadas pela empresa que implementou as medidas.

Qual será o papel das redes de aquecimento urbano e redes de aquecimento e arrefecimento urbano para conseguir atingir o nZEB?

As redes de aquecimento urbano têm o mesmo papel que uma Empresa Comercializadora de Energia, mas em vez de fornecerem energia ou gás, fornecem energia térmica em forma de calor e/ou água gelada.
Nesta fase, a ferramenta não diferencia se a origem da energia é ou não renovável. Este é considerado como um ponto de melhoria futura da ferramenta.

Como financiar os investimentos para obter um nível elevado de nZEB?

Actualmente, existem no Mercado diferentes formas de financiar os projectos de eficiência energética.
Crowdfunding é uma das soluções mais práticas para investimentos baixos e elevados.
CDE, contratos de desempenho energético ou contratos de economia garantida, são um óptimo veículo para financiar projectos de eficiência energética, uma vez que a economia gerada é uma forma de pagamento dos investimentos.

High level of nZEB, requires a high investment, and gives at the same time high savings, which are a guarantee to recover the investment.
Um elevado nível de nZEB, requere um elevado investimento, e da mesma forma, fornece elevadas economias, o que representa uma garantia para recuperar o investimento.